Programa de Pós-Graduação em Antropologia

Jornada de Alunos do PPGA/UFF “Diálogos Étnicos-Raciais: embates e construções” – Programação completa

Saiu a programação completa da Jornada de Alunos do Programa de Pós-Graduação em Antropologia da UFF – “Diálogos Étnicos-Raciais: embates e construções”!!!

A Jornada de Alunos do PPGA/UFF chega em 2018 a sua décima segunda edição. Em sintonia com os 130 anos da abolição formal da escravidão no Brasil, completados em Maio de 2018, o tema deste ano propõe aprofundar os debates relacionados às questões étnico-raciais no âmbito nacional. Desse mote trazemos para o centro da discussão diferentes contextos, percepções e provocações ao fazer antropológico, buscando contribuir para o alargamento, não só da perspectiva da disciplina, mas também da discussão étnico-racial no espaço público.

Além dos Grupos de Trabalhos, onde serão discutidas as mais diversas temáticas, teremos a abertura e três mesas muito especiais.

Na abertura (24/09) ao invés de uma habitual conferência de abertura, proferida por uma só pessoa, contaremos com um importante e instigante diálogo a partir de provocações iniciais. A Professora Sonia Beatriz dos Santos fará q sua fala com o tema “Antropologia, Racismo e Gênero”, já a Doutoranda em Antropologia Sandra Benites, cuja nomeação Guarani Nhandewa é Ara Rete, trará uma discussão sobre “Conflitos de Saberes”.

No segundo dia (25/09) contaremos com uma mesa que se propõem a inverter os papéis tradicionais. Nela muitos daqueles que aparecem tradicionalmente como interlocutores das pesquisas antropológicas conduzirão um debate enfocando o papel da Antropologia e seus desdobramentos em suas comunidades e contextos. A ideia é discutir, da perspectiva de diversos agentes (sobretudo líderes de movimentos racialmente/etnicamente marginalizados), o impacto das pesquisas. 

Na quarta-feira (26/09) teremos uma mesa incontornável, dada a temática da nossa Jornada. Nessa ocasião, contaremos com a presença de professores que têm dedicado suas vidas a debruçar-se sobre as temáticas raciais no Brasil, sobretudo nos contextos de pós-abolição. Esses farão suas considerações e provocações sobre o cenário étnico-racial produzido pelas dinâmicas escravocratas e na tentativa de diluição (ao menos legal) de um sistema. Pensando principalmente os efeitos no nosso contexto contemporâneo. Tendo como pano de fundo o diálogo entre Antropologia, Sociologia e História.

Para encerrar nossa Jornada (27/09), teremos uma mesa que pretende, de forma localizada, nos apresentar uma discussão que tem emergido nos últimos anos. Com a institucionalização das cotas e outros mecanismos de expansão da universidade – fruto das lutas de diversos movimentos – as estudantes negras e  indígenas (de diversos grupos étnicos) têm ocupado espaços antes reservados majoritariamente por pessoas brancas. Essa dimensão têm produzido mudanças na produção do conhecimento. Através dessa mesa propomos o encontro de mulheres negras e indígenas pesquisadoras e professoras para um diálogo sobre a presença desses corpos não hegemônicos nesses espaços refletindo como essa presença pode e tem reformulado os espaços e conhecimentos. 

A programação está incrível não é mesmo? Para conferir as outras atividades, como os grupos de trabalhos e exposição fotográfica, acesse o site: completa: https://jornadappga2018.weebly.com/programaccedilatildeo.html

Copyright 2019 - STI - Todos os direitos reservados